Quinzena da Liberdade

20 Jun , 2017 Sem categoria

Quinzena da Liberdade

 

Evento comemorativo do Dia da Liberdade, que decorreu durante 15 dias repletos de actividades:

  • Fotografia;
  • Design;
  • Ilustração;
  • Animação;
  • Poesia;
  • Exposições;
  • Palestras;
  • Cinema;
  • Workshops;
  • Música;
  • Performance e claro Liberdade…


[one_half]A festa de encerramento foi coroada com a banda Som Ibérico, que prestou uma interpretação de luxo, que resultou numa surpresa agradável
para todos os que estiveram presentes. Tudo isto, num ambiente muito acolhedor, típico dos “Artistas”.
Foi ainda possível rever as 30 fotografias resultantes da ação de iniciação de fotografia em Ambiente Industrial realizado na Fábrica
de sementes de Alfarroba, a Industrial Farense.

Esta exposição resultou numa abordagem bastante interessante, realizada por cerca de 30 fotógrafos da região do Algarve,
profissionais e amadores, sobre a transformação da alfarroba, tão característica na região. Para encerrar, e já no pátio exterior,
foi possível estar até bem tarde, numa daquelas noites típicas do Algarve, ao som e imagem do resultado do Workshop de Vjing,
contando ainda com a participação extra da VJ Zayle e Sandra Santos.

Os quinze dias que antecederam este encerramento foram ricos em atividades e oferta cultural para Faro: no dia 12 de Abril
deu-se a inauguração das exposições de documentação gráfica relativa ao 25 de Abril, nas instalações do IPJ,
a par da exposição “Liberdade e Tal…”. Estas duas abordagens, no campo do grafismo e na temática da liberdade,
reuniram quer a exposição de documentação gráfica (cartazes, revistas, jornais, autocolantes, desenhos, caricaturas e fotografias
da época ou sobre os aniversários da revolução), quer a mostra de inúmeros trabalhos de ilustração, desenvolvidos pelos associados do ADN,
juntamente com artistas plásticos convidados.

A quinzena contou ainda com a animação de inúmeras festas, como a de inauguração, no bar Sui Generis. Nesta noite a música ao vivo
foi da responsabilidade dos “Nanook” e foi intervalada com a performance “Orgia do Ilustrador, durante a qual o público foi convidado
a participar, desenhando ou escrevendo algo numa das paredes desse mesmo bar. A noite de inauguração terminou ao som do DJ James Jalex.

Nos dias que se seguiram, domingo, segunda e terça foi realizada a ação de iniciação à fotografia em Ambiente Industrial,
na Industrial Farense. Propunha-se aos participantes, que após uma apresentação da problemática proposta, dirigida pelo fotógrafo Tátá Regala,
dessem largas à criatividade e captassem imagens do interior da Fábrica. Ficam desde já os agradecimentos, em nome da organização,
à Industrial Farense, pela disponibilidade e simpatia com que nos receberam. Esta iniciativa teve a participação, para além de vários fotógrafos
profissionais, dos alunos do curso de fotografia da Escola Secundária João de Deus e o resultado foi uma exposição multifacetada
repleta de fotografias com grande qualidade e interesse..[/one_half]

[one_half_last]A quinzena contou também com a participação do Cineclube de Faro, que preparou uma selecção de filmes interessantes,
que puderam ser vistos no Cinatrium e também na sociedade os Artistas, de salientar o filme de Gus Van Sant ,
“Paranoid Park” exibido na quarta feira 23 de Abril, pela excelente abordagem aos problemas da juventude,
aliado a uma fotografia e banda sonora extraordinárias.

A música esteve sempre presente na quinzena, e os [L][U][D][O] tiveram nela a oportunidade de mostrar, uma vez mais,
o excelente repertório de originais, em bom português num “concerto livre” nas instalações do IPJ.

Nos dias 19 e 20 de Abril decorreram inúmeras atividades, entre as quais se destacam o workshop de ilustração “Fusão de Técnicas”,
dirigido pelos ilustradores Miguel Mendonça e Marcelo Souto, que permitiu aos amantes da ilustração desenvolverem as suas capacidades
e técnicas, num ambiente de entretenimento, quase terapêutico, próprio nas atividades artísticas, da qual resultaram trabalhos muito originais.

Outro dos workshops mais requisitados foi o de VJ, pelo VJ Trumach (Paulo Conceição), os resultados foram possíveis de ver e ouvir
na festa de encerramento, como já foi referido.

O fim-de-semana ficou ainda marcado pelas inaugurações das exposições resultantes da acção de iniciação à fotografia digital
em ambiente industrial e do concurso design gráfico “Liberdade e reacção”. A exposição de design foi inaugurada nas instalações do IPJ,
juntando-se às outras, seguida de um jantar onde foram entregues os prémios. Em 1º lugar ficou o jovem designer algarvio Filipe Farinha,
que arrecadou 150€; em 2º Lugar ficou Ruben Duarte da Covilhã e em 3º lugar Margarida Naves de Corroios. Agradecemos a todos os restantes
designers e estudantes que participaram neste concurso. Depois do jantar a festa continuou no bar Sui Generis com a inauguração
da exposição de fotografia e ao som do DJ Sir Aiva e o VJ Trumach[/one_half_last]

 

Nenhum item encontrado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.