Estudantes de design alemãs procuram o artesanato do Algarve

27 Mar , 2013 Uncategorized

IMG_srcustodioNo início do mês de Março a ADS acompanhou a Miryam Pippich, a Kathrin Zelger e a Sara Kaiser, três estudantes de Design oriundas da Alemanha, num roteiro pelo artesanato e materias primas na serra algarvia. Estas estudantes do 1º ano do curso de Design de Produto da Universidade de Belas Artes de Hamburgo, da Alemanha, decidiram rumar a Portugal em busca de inspiração para os seus projetos futuros. Durante 2 semanas andaram de norte a sul de Portugal a investigar e a conhecer as fábricas, artesãos e locais de onde são originárias as matérias primas nacionais, demonstrando grande interesse, curiosidade e valor por este património. E foi dessa forma que contactaram a ADS, a Rota da Cortiça, entre outras entidades regionais, para as auxiliar nessa tarefa.

IMG_betty

Na sua opinião Portugal tem materiais e técnicas artesanais e industriais bastante interessantes e demasiado valiosas para se perderem e foi com base nesta afirmação que decidiram vir a Porttugal e explorar essas potencialidades. A ADS para além de as acompanhar numa visita ao sr Custódio Cavaco, artesão bastante conhecido de São Brás de Alportel, pelos seus excelentes trabalhos na técnica de empreita de palma, tivémos oportunidade de visitar e falar com a designer e ceramista Betty Bernadette, e ainda as acompanhámos numa visita guiada pela rota da cortiça, dirigida pela Sofia Carrusca.

IMG_rotacortica1

Através deste roteiro as jovens puderam conhecer, experimentar e explorar alguns dos materiais mais utilizados na região, com especial enfoque na empreita de palma, no esparto e na cortiça. Puderam ver o local de onde são recolhidas, o seu tratamento, as suas propriedades e características, a história associada, bem como visitar uma das fábrica de transformação de cortiça de São Brás de Alportel, a Nova Cortiça, e ver todo o processo.

IMG_novacortica

Fica aqui a entrevista

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.